Espelho, espelho meu... Majory finalmente estreia no Brisa!

Por Majory, 06/03/16, às 20h42 

Memórias de uma Amizade

  Não me orgulho da minha história. Foi construída em cima de fantasias e no ponto em que cheguei não conseguia mais diferenciar o que realmente aconteceu com o que eu criei na cabeça.
  Agora que penso sobre isso, vejo que é complicado descrever o que sinto…
  Sabe como eu vim parar aqui? É uma história curta, nem deve passar de uma lauda.
  Tudo aconteceu quando fui traído por aqueles que me chamavam de amigo.
 Desde que me entendo por gente sempre fui muito comunicativo e todos sempre me conheceram, acontecia de forma natural. Por mais que eu quisesse ser invisível era impossível.
  Enfim! Digamos que eu sempre fui popular, mas não o popular que as pessoas admiram, mas aquele que as pessoas olham com desprezo. Mas também tinham aqueles que se orgulhavam em me conhecer, eles sempre esperavam algo mais de mim e, com tanta gente em volta, me sentia cada vez mais sozinho, tinha a sensação de que se eu gritasse ali no meio da multidão ninguém iria sequer ouvir.
  Ontem olhei para o espelho e me perguntei o que aconteceu para que aquelas marcas aparecessem ali no meu rosto.
  Eu não aguentava mais recomeçar, então me perguntei: será que eu já cansei?
  Tinha uma coisa dentro de mim querendo sair, era uma coisa agoniante, tinha vontade de arrancar aquilo com a própria mão, mas não dava até que eu descobri que era vontade de chorar. E eu nem me lembro da última vez em que caíram lágrimas dos meus olhos, a vida não me permitia ter esse luxo.


Fonte da imagem



0 comentários:

Comentários